"A arte é a mentira que nos permite conhecer a verdade." Pablo Picasso

Michele Hayashi

30 anos, 1,61m, 52kg, Man36 DRT 31158SP
Trabalhou em mais de 30 produções entre Publicidade, Cinema, Tv e Teatro.
Michele Hayashi tem veia artística e dedica-se a uma nova geração de atores, já foi integrante da Cia de Arte Nova para desenvolvimento de projetos, atualmente tem grupo D'Three Ladies.)
Contatos: Fabio Rios 21 9983131909
fabio.rios@fabiorios.art.br

  Trajetória

 

Sua primeira experiência no palco foi representando uma índia ainda criança no colégio onde estudou (1990); seis anos depois teve a oportunidade de atuar como meretriz na peça “O Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente dirigida pelos próprios alunos da escola, sendo muito elogiada; em (2006) Ingressou para a Cia de Artes Cênicas de SwáSthya para criação, apresentação e montagem de espetáculos de corpo junto com a coreógrafa Laura Ferro – atingindo o nível internacional em Performance Corporal; em (2007) participou do processo de pesquisa e montagem do Musical “Grease – Nos Tempos da Brilhantina” em São Paulo com a Cia La Vie Boheme; ficou em cartaz como Stella em “A Margem do Desejo” uma montagem das peças de Teneesse Willians no Teatro Nair Belo (2008); em (2009) participou de outro processo de montagem (cenário, decupagem de texto e criação) no Musical “A Pequena Loja dos Horrores” apresentado no Teatro Coletivo Fábrica em SP; neste mesmo ano atuou também como Molly Bloom da obra de Ulisses de Jaymes Joyce na peça “Histórias são Histórias” de Millôr Fernandes Teatro Nair Belo, direção Brian Penido; (2013) no “Festival Nacional de Cinema Cristão”, produziu e atuou em duas esquetes com transmissão ao vivo para vários continentes; (2014) esteve em cartaz com a peça “O Poderoso Chefão ou Quase isso” no Teatro Miguel Falabella na sala atores de Laura, direção de Fernando Benévolo; (2016) esteve em cartaz com a protagonista Claudia, uma atriz na peça "O Senador" no Teatro Ziembinskie, direção de Marcelo Gonçalves. 

Em (2010) no cinema, Atuou e Produziu o Longa Metragem “Réquiem para Laura Martin” – direção Paulo Duarte e Luiz Rangel, (filme com prêmios de Melhor direção e melhor atriz no Festival de Petrópolis Rio e Melhor Trilha Sonora no Festival Madri); (2011) Atuou no Curta Metragem “Hooji” direção Marcello Quintella & Boynard. (mais de 40 prêmios de melhor diretor, melhor atriz, melhor direção de arte, melhor fotografia em Festivas de curta metragem pelo mundo); em (2012) do argumento da atriz, surgiu o curta metragem “Substantivo Abstrato” com direção de Carlos Camacho, onde atuou e produziu o filme; (2013) foi convidada para atuar no curta “Lapa Segredos e outras Drogas” direção Pedro Murad; (2016) o filme Vampiro 40 graus ficou em cartaz em São Paulo, Rio de Janeiro e em Porto Alegre, ele é uma extensão da série Vampiro Carioca do Canal Brasil realizado pela LC Barreto e dirigido pelo Marcello Santiago.

Na TV (2009) Participou da novela “Uma Rosa por Amor” no SBT convidada pelo diretor Rodolfo Silot; (2010) Atuou na produção canadense da NateGeo, como Lita – baseado numa história real, “ABDUCTED” (Sequestrados, em português), que narra o sequestro de um grupo de pesquisadores na indonésia pelos rebeldes. Realização Canadá em Co-produção com Terra Vermelha Filmes; (2012) Atuou no seriado “Vampiro Carioca” direção Marcelo Santiago produzido pela LC Barreto que esteve no ar por 2 anos no Canal Brasil atuando como Wang Su uma das protagonistas da série, junto com Fausto Fawcett e Otto Junior; (2012) participou do “Sensacionalista” do Canal Multishow realizando duas participações em dois episódios; (2013) atuou como Lisa na Série pra tv “Fêmeas” direção Washington Carvalho formato piloto; (2013) participou como enfermeira na Novela “Salve Jorge”; (2015) esteve contratada pela TV Globo na Minissérie “Dois irmãos” como elenco de apoio, (2015) participou da novela “A Regra do Jogo” e na série “tá no ar a tv na tv”; (2017) foi ao ar a série Dois Irmãos na TV Globo; (2017) atuou como Adelaide na novela Rock Story na Rede Globo.

 

"O êxito na vida não se mede pelo que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou no caminho." Abraham Lincoln